Wolters Kluwer | Future Ready Lawyer 2021 Wolters Kluwer | Future Ready Lawyer 2021 Wolters Kluwer | Future Ready Lawyer 2021
Relatório do inquérito

Future Ready Lawyer 2021
Moving Beyond the Pandemic

Download

A pandemia global foi um catalizador para mudanças imediatas em resposta à crise, e uma máquina do tempo que acelerou a transformação do sector jurídico. Que impacto teve isto nos profissionais jurídicos? O que eles aprenderam e no que se estão a concentrar para o futuro? E, talvez o mais importante, o que será necessário para prosperar no pós-pandemia?

O relatório Wolters Kluwer Future Ready Lawyer 2021: Moving Beyond the Pandemic fornece perceções de 700 profissionais jurídicos em toda a Europa e Estados Unidos.

Este revela que o sector jurídico vê a transformação digital e a tecnologia como elementos essenciais para alcançar melhores resultados, incluindo melhores serviços, produtividade, eficiência e desempenho.

O relatório analisa:

  • Principais tendências e capacidade de resposta em toda a profissão jurídica
  • Consolidação da relação cliente-empresa
  • A mudança nos departamentos jurídicos
  • A mudança nas sociedades de advogados
  • Avanços e vantagens da tecnologia
  • Impacto da pandemia

Saiba mais sobre os resultados do inquérito e faça download do relatório agora!

Principais conclusões

Wolters Kluwer | Future Ready Lawyer 2021

O inquérito Wolters Kluwer Future Ready Lawyer 2021: Moving Beyond the Pandemic examina questões e tendências que impactam os profissionais jurídicos à medida que estes recuperam dos desafios do ano passado e se posicionam para um melhor desempenho no futuro.

O inquérito revelou uma série de disparidades no desempenho – diferenças na compreensão e nas capacidades – entre sociedades de advogados e departamentos jurídicos das empresas, as quais requerem atenção e melhorias. A pressão que enfrentam à medida que emergem da pandemia faz deste o momento ideal para os profissionais jurídicos transformarem as suas empresas.

A transformação digital do sector ganhou um impulso sem precedentes, o qual continua vigente até ao momento. No ano passado, a tecnologia foi a salvação para a profissão jurídica no serviço ao cliente, no contacto com colegas e ao gerar uma maior eficiência e produtividade. Conforme o sector jurídico se recupera e o “novo normal” emerge, a tecnologia vai-se tornando uma força motriz. Assim, a questão mantém-se: quem estará pronto para o futuro?

Principais tendências

Após um ano excecionalmente desafiante, os advogados prevêem que as tendências já detetadas aumentem de intensidade ao passo que vamos ultrapassando a pandemia; contudo, poucos estão realmente preparados.

Sociedades de advogados e departamentos jurídicos estão a enfrentar uma pressão crescente em várias frentes à medida que o impacto de cada tendência examinada pelo inquérito aumenta. O número de advogados que referem que as suas organizações estão altamente preparadas para lidar com estas tendências ainda é baixo. Isto revela que as organizações podem fortalecer ainda mais as competências de que necessitam para atender aos crescentes desafios que enfrentam.

Principais tendências e capacidade de resposta

Wolters Kluwer | Future Ready Lawyer 2021 A crescente importância da tecnologia jurídica
Wolters Kluwer | Future Ready Lawyer 2021 O crescente volume e complexidade da informação
Wolters Kluwer | Future Ready Lawyer 2021 Apenas cerca de um terço dos advogados acredita que as suas sociedades estão altamente preparadas para fazer face a estas tendências

Relação cliente-empresa

Mais do que nunca, os departamentos jurídicos corporativos esperam que as sociedades de advogados potenciem o uso da tecnologia para aumentar a eficiência e a produtividade.

Wolters Kluwer | Future Ready Lawyer 2021 91% dos departamentos jurídicos agora pedem ou planeiam pedir às sociedades de advogados com os quais estão a considerar trabalhar para descrever as soluções tecnológicas que utilizam para serem mais produtivos e eficientes. 32% dos advogados acreditam que as sociedades onde trabalham estão altamente preparadas para usar soluções tecnológicas de modo a serem mais produtivos.

Os departamentos jurídicos são cada vez mais pressionados a fazer mais com menos recursos, e as soluções tecnológicas estão a tornar-se mais importantes como meio para o alcançar, tanto nos departamentos jurídicos quanto nas sociedades de advogados com as quais estes trabalham. Os departamentos jurídicos utilizam vários critérios para avaliar as sociedades de advogados, e a tecnologia vem sendo um critério cada vez mais importante.

Em três anos, 91% dos departamentos jurídicos solicitarão às sociedades de advogados que descrevam as soluções tecnológicas que utilizam para ser mais produtivos e eficientes.

Hoje apenas 32% das sociedades de advogados afirmam que estão altamente preparadas para usar soluções tecnológicas de modo a serem mais produtivas.

Departamentos jurídicos em mudança

A pandemia intensificou a pressão sobre os departamentos jurídicos enquanto estes enfrentavam cargas de trabalho maiores, com orçamentos reduzidos. Os departamentos jurídicos dizem que os seus principais desafios são:

  • Automatizar tarefas de rotina e aproveitar a tecnologia nos processos de trabalho
  • Reduzir/controlar custos externos
  • Gerir as crescentes petições de outros departamentos

Para ajudar a superar estes desafios, os departamentos jurídicos planeiam aumentar o seu investimento em tecnologia, com 84% a afirmarem que vão fazer grande uso de soluções tecnológicas para aumentar a produtividade daqui para a frente.

Outras mudanças incluem maior colaboração, aumento da inovação e maior uso de acordos alternativos de honorários.

Wolters Kluwer | Future Ready Lawyer 2021 Mudanças esperadas nos departamentos jurídicos: maior uso de tecnologia para melhorar a produtividade (84%); maior colaboração e transparência entre as sociedades de advogados e os clientes (80%); maior ênfase em inovação (78%); maior uso de acordos alternativos de honorários (78%)

Mudanças esperadas nas sociedades de avogados

A maioria das sociedades de advogados espera mudanças na forma como prestar serviços no futuro. Antecipam mudanças em áreas como a prática jurídica, a relação com os clientes e o recrutamento.

As principais mudanças que esperam fazer incluem:

Wolters Kluwer | Future Ready Lawyer 2021 Maior especialização dos serviços jurídicos oferecidos
Wolters Kluwer | Future Ready Lawyer 2021 Maior utilização de soluções tecnológicas para melhorar a produtividade
Wolters Kluwer | Future Ready Lawyer 2021 Ênfase em inovação

Embora muitas empresas tenham enfrentado crescentes pressões financeiras em resultado da pandemia, elas continuam a ver a tecnologia como um importante investimento para que possam prosperar no futuro. as sociedades de advogados apercebem-se cada vez mais do impacto das tecnologias transformacionais: Big Data e análise preditiva, aprendizagem automática, inteligência artificial e robotização de processos.

Líderes em tecnologia foram mais resistentes durante a pandemia

Os advogados referem que a crescente importância da tecnologia jurídica é uma das principais tendências que está a impactar as suas organizações. Embora a maioria das sociedades de advogados tenha conhecimento disto, nem todos estão a aproveitar totalmente a tecnologia para promover o desempenho e a continuidade do negócio, bem como a vantagem competitiva para a sua organização e os clientes.

O inquérito constatou que aqueles que já utilizavam totalmente soluções tecnológicas estavam mais bem preparados para dar suporte à distância aos seus clientes quando a pandemia começou. Mais importante, eles também relataram um aumento da rentabilidade a taxas muito mais altas do que os outros.

Os líderes em tecnologia continuam a superar outras organizações. Emergindo da pandemia global, os líderes em tecnologia mostraram claramente por que investir na tecnologia certa é a chave para um desempenho superior.

Apesar da pandemia, a rentabilidade das sociedades de advogados líderes em tecnologia aumentou significativamente mais do que a dos escritórios em transição ou aqueles que ficaram para trás.

47% Líderes em tecnologia
28% Em transição
13% Em desenvolvimento

Wolters Kluwer | Future Ready Lawyer 2021 Apesar da pandemia, a rentabilidade de sociedades de advogados e empresas de prestação de serviços líderes em tecnologia (47%) aumentou significativamente mais do que a de escritórios em transição (28%) ou em desenvolvimento (13%)

Inquérito Wolters Kluwer Future Ready Lawyer 2021

Download

Opiniões de especialistas

O relatório do inquérito Future Ready Lawyer oferece perceções de profissionais do sector jurídico de toda a Europa e Estados Unidos sobre o impacto da pandemia global na profissão jurídica, e mais.

Domingos Cruz

Domingos Cruz

Managing Partner at CCA Law Firm

A combinação entre Machine Learning/Inteligência Artificial e Blockchain abrirá um novo mundo para profissionais jurídicos e sociedades de advogados.

José Barroco

José Barroco

Senior Partner at Resende Barroco & Associados, Sociedade de Advogados, RL

Os principais atributos das organizações resilientes durante esta pandemia são a capacidade de adaptação e o vínculo de confiança com os clientes.

Mário Diogo

Mário Diogo

Senior Partner at DNM - Diogo, Neto, Marques & Associados - Sociedade de Advogados, RL

É decisivo aproveitar novas oportunidades geradas pelo uso da tecnologia e pelo apetite por serviços online.

Telmo G. Semião

Telmo G. Semião

Senior Partner at CRS - Cruz, Roque, Semião – Sociedade de Advogados, RL

A área mais afetada pela pandemia foi o contencioso.

Jeroen Zweers

Jeroen Zweers

Proprietário da NOUN.legal, uma #LegalInnovationAgency; cofundador do Dutch Legal Tech; e membro do Conselho de Administração da European Legal Technology Association (ELTA). Foi nomeado um dos dez maiores inovadores europeus do sector jurídico pelo Financial Times.

O ano passado foi o mais abrangente workshop digital de sempre. Este transformou toda a sociedade em especialistas sete anos mais rápido do que o esperado.

Alberto Galán

Alberto Galán

Chief Technology Officer at Deloitte Tax & Legal

Para nos reinventarmos primeiro temos de escutar. Escutar os colegas de TI e de Sistemas. Escutar os colegas de Inovação. E, porque não, escutar os mais jovens. Que podem parecer um pouco perdidos no geral, mas vêm com a tecnologia no sangue e com habilidades digitais que poucos conseguem ainda acompanhar e que em breve serão indispensáveis para todos.

Robert Ambrogi

Robert Ambrogi

Advogado e jornalista, tem feito a cobertura de tudo o que está relacionado com tecnologia jurídica e Internet há mais de 20 anos, através do seu blog LawSitesBlog.com, e agora também no seu podcast LawNext.com.

A pasta de dentes já está fora do tubo, e ninguém deveria sequer se preocupar em tentar colocá-la de volta. No que se refere à adoção de tecnologia, não há volta a dar.

José Medina García

José Medina García

VP/CTO at Wolters Kluwer Legal & Regulatory Espanha e Portugal

Um algoritmo fiável, seguro e certeiro só pode ser definido por uma equipa de trabalho multidisciplinar que contribua não só com o conhecimento tecnológico mas também com o conhecimento das necessidades do negócio, sem descurar a qualidade e o rigor jurídico.

Cristina Retana Gil

Cristina Retana Gil

Director of Product Content Innovation at Wolters Kluwer Legal & Regulatory Espanha e Portugal

Investir em tecnologia é fundamental para conseguir uma otimização de custos, uma maior agilidade e segurança no trabalho que desempenhamos e contribui para uma maior retenção de talentos.

Inquérito Wolters Kluwer Future Ready Lawyer 2021

Download

Sobre o Inquérito e Wolters Kluwer Legal & Regulatory

O inquérito Wolters Kluwer Future Ready Lawyer 2021: Moving Beyond the Pandemic da Wolters Kluwer Legal & Regulatory inclui entrevistas quantitativas com 700 advogados de sociedades de advogados, departamentos jurídicos e consultorias de negócios dos Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Holanda, Itália, França, Espanha, Polónia, Bélgica e Hungria para analisar como as expetativas dos clientes, a tecnologia e outros fatores, incluindo a pandemia, estão a afetar o futuro do Direito em áreas essenciais e o quanto as organizações jurídicas estão preparadas para lidar com isto. O inquérito foi conduzido online para a Wolters Kluwer por uma organização internacional líder em pesquisa, de 4 a 18 de março de 2021.

Wolters Kluwer Legal & Regulatory é uma divisão da Wolters Kluwer, líder mundial no fornecimento de soluções jurídicas e de compliance que permitem aos profissionais melhorar a produtividade e o desempenho, mitigando riscos e alcançando melhores resultados.

A Wolters Kluwer é líder mundial em informação profissional, soluções de software e serviços para os setores da saúde, financeiro, fiscal, compliance e jurídico. Ajudamos os nossos clientes a tomar decisões cruciais todos os dias ao fornecer soluções especializadas que combinam um profundo conhecimento técnico com tecnologia e serviços. A Wolters Kluwer faturou €4,6 mil milhões em 2020. O grupo atende a clientes em mais de 180 países, mantém operações em mais de 40 países e emprega cerca de 19.200 pessoas em todo o mundo. A empresa está sediada em Alphen aan den Rijn, Holanda.

Inquérito Wolters Kluwer Future Ready Lawyer 2021

Download